Sexta-feira, 4 de Novembro de 2005

Tomada de Posse de Meneses

LFM_2.jpg 

 


Dicas ao Governo e aos autarcas da região Norte marcaram o discurso de tomada de posse de Luís Filipe Menezes.


O terceiro mandato que agora inicia as suas funções, histórico pelo facto de ter sido escolhido o mesmo presidente e a mesma maioria pela terceira vez consecutiva, merece de Luís Filipe Menezes a garantia de que «tudo faremos para que esta maioria volte a merecer semelhante apoio dos gaienses em 2009».
Na cerimónia da sua tomada de posse, onde não passou despercebido o abraço de Rui Rio, Menezes defendeu a cooperação institucional entre Porto e Gaia e considerou, a propósito, que «estão criadas todas as condições políticas, técnicas e pessoais» para que avancem projectos comuns, como novas pontes que sirvam o metro e unam as ribeiras, a reabilitação da ponte D. Maria, a construção do teleférico entre as duas cidades, as travessias fluviais, a animação turística e cultural conjunta, numa lógica de colaboração intermunicipal, no âmbito da qual defende a constituição de empresas ou outro tipo de instrumentos de cooperação.
Designadamente, Menezes defende uma posição conjunta sobre o Orçamento de Estado, com vista a inverter a tendência de aprofundamento das assimetrias regionais em termos de investimento público: «A economia não é relançável com o aumento de impostos sobre o consumo e sobre as empresas e com o abrandamento abrupto do investimento público», afirma Luís Filipe Menezes, considerando que «tal receita é muito perigosa». De resto, na sua óptica, também não é possível relançar a economia com uma gestão crispada, a quem se retiram a esmo direitos sociais, nem com políticas que confundem ajustamentos pontuais com reformas estruturais profundas de que a Justiça, Administração Pública, Educação e Estado Social «tanto carecem».
Por outro lado, Menezes considera que a economia não se relança, igualmente, enquanto Portugal e a Europa continuarem a defender a «actual tese suicida, de que a sua competitividade depende de umas contas públicas enxutas à custa da destruição unilateral de padrões civilizacionais que demoraram 200 anos a edificar». Este desiderato, porém, só será possível quando Portugal e a Europa inverterem o seu posicionamento no mundo e passarem a «impor as suas regras aos que hoje nos colonizam economicamente»
Até lá, Menezes recomenda: «Não agravemos a situação futura. Baixemos os impostos de forma moderada e específica, moralizemos excessos, mas respeitemos as bases fundamentais de um Estado Social justo e solidário e reformemos rápida e implacavelmente».


METRO

Modelo de gestão é inegociável

O projecto do Metro é um dos exemplos fulcrais da necessidade de intervenção organizada dos autarcas, no âmbito da defesa da Região Norte. A propósito, Menezes evidencia a necessidade de o Metro continuar a expansão da sua rede e considera «imprescindíveis» as linhas de Gondomar e Gaia, a linha da Boavista, a conclusão da duplicação da linha da Póvoa, a linha dupla entre a Maia e a Trofa.
Por outro lado, afirma que o actual modelo de gestão, no que diz respeito ao peso da representação metropolitana no Conselho de Administração, é «inegociável». Não que considere a actual gestão errada, até porque o próprio ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações reiterou o seu apoio à actual Comissão executiva e ao seu presidente. Contudo, Menezes apela aos autarcas da AMP para que, numa posição organizada, não permitam o «desejo inconfessado» do Governo de «centralizar de novo o domínio político formal sobre o maior projecto da região».
No âmbito desta cooperação, Menezes defende a união dos autarcas do Norte no que respeita, designadamente, a modelos de descentralização e financiamento.

Gaia primeiro

Luís Filipe Menezes apontou, na sua tomada de posse, as prioridades do seu mandato: IC24, porto de pesca e de recreio da Afurada, Cine Teatro Brazão, Parque Desportivo da Lavandeira, Via Circular do Centro Histórico, Parque de Preservação Ambiental de Lavadores, reabilitação urbana do centro histórico e respectiva candidatura a Património Mundial, parques empresariais de Sandim, Perosinho e S. Félix da Marinha, lançamento de escolas municipais de desporto e artes, centros comunitários de apoio à infância e terceira idade, melhoria do sistema educativo, criação de 5.000 postos de trabalho, entre outros, com vista a dinamizar a aposta forte no emprego moderno, educação, acção social, cultura, desporto e animação turística. «Para este desafio, contaremos com todos», afirma o autarca.

Distribuição de pelouros

Luís Filipe Menezes – Coordenação geral, Protecção Civil e Segurança, Educação e Ensino Superior, Polis e Urbanismo, coordenação da actividade da Gaiurb.

Marco António – Vice-presidência, Gestão Financeira, Habitação Social, Reabilitação Urbana e coordenação das empresas municipais Energaia e Gaia Social.

Firmino Pereira – Obras Municipais, Transportes, Juventude e Educação.

José Guilherme Aguiar – Desporto, Acção Social, Saúde e empresa municipal Gaianima.

Mário Dorminsky – Cultura, Turismo, Ciência, Candidatura das Caves do Vinho do Porto e Centro Histórico a Património Mundial.

António Barbosa – Vereador adjunto do presidente no Urbanismo e do vice-presidente na gestão financeira.

Mário Fontemanha – Fiscalização, Desenvolvimento Económico e Ambiente.


Câmara Municipal

Luís Filipe Menezes (Gaia na Frente)
Barbosa Ribeiro (PS)
Marco António (Gaia na Frente)
Guilherme Aguiar (Gaia na Frente)
Moreira Alves (PS)
Firmino Pereira (Gaia na Frente)
Mário Dorminsky (Gaia na Frente)
António Guedes Barbosa (Gaia na Frente)
Ilda Figueiredo (CDU)
Mário Fontemanha (Gaia na Frente)


Assembleia Municipal

Sílvio Cervan (Gaia na Frente)
Manuel dos Santos (PS)
Filipe Ramos (Gaia na Frente)
Joaquim Sá (PS)
Flores Morim (Gaia na Frente)
Aguiar Falcão (Gaia na Frente)
Gustavo Carranca (PS)
Silvano Teixeira (Gaia na Frente)
Filomena Tavares (CDU)
João Paulo Correia (PS)
Sérgio Luís Vasconcelos (Gaia na Frente)
Laura Conceição Santos (PS)
Pedro Neves Sousa (Gaia na Frente)
Milton Reis (Gaia na Frente)
Alberto Sousa (BE)
Osvaldo Pinho (PS)
Manuel Bernardo (Gaia na Frente)
Serafim Canedo (PS)
Luís Miguel Nogueira (Gaia na Frente)
Jorge Sarabando (CDU)
Henrique Pereira Necho (Gaia na Frente)
Cipriano Castro (PS)
Nuno Miguel Braga Costa (Gaia na Frente)
Joaquim Sousa Rocha (PS)
Lígia Correia (Gaia na Frente)
Carla Marques Silva (PS)
José Manuel Rocha (Gaia na Frente)
António Santos Rocha (Gaia na Frente)
Ana Isabel Valente (CDU)
Carlos Alberto Silva Marques (PS)
Fernando Ferreira Alves (Gaia na Frente)
António Silvestre Pereira (BE)
Jorge Miguel Alves Pacheco (PS)


Presidentes de Junta de Freguesia

Arcozelo – Nuno Castro Chaves (Gaia na Frente)
Avintes – Mário Gomes (PS)
Canelas – Vítor Canastro (PS)
Canidelo – Fernando Andrade (Gaia na Frente)
Crestuma – José Conceição Ferreira (Gaia na Frente)
Grijó – Rogério Tavares (PS)
Gulpilhares – Alcino Lopes (PS)
Lever – Manuel Gama (Gaia na Frente)
Madalena – Carlos Cidade (PS)
Mafamude – Fernando Lopes Vieira (Gaia na Frente)
Olival – Manuel Azevedo (PS)
Oliveira do Douro – Eduardo Vítor Rodrigues (PS)
Pedroso – António Tavares (MIC)
Perosinho – Ramos Pais (Gaia na Frente)
Sandim – Mota Batista (Gaia na Frente)
Santa Marinha – Joaquim Leite (Gaia na Frente)
S. Félix – Joaquim Almeida (Gaia na Frente)
Seixezelo – Sérgio Batista (Gaia na Frente)
Sermonde –António Magalhães (PS)
Serzedo – António Pedrosa (Gaia na Frente)
S. Pedro da Afurada – António Morais (MIC)
Valadares – Jorge Soares (Gaia na Frente)
Vilar de Andorinho – Manuel Monteiro (PS)
Vilar do Paraíso – Elísio Pinto (Gaia na Frente)

publicado por Pedro_Santos às 09:17
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. NOVIDADES!!!

. Lançamento de CD...

. Ginásio de Matemática

. Trance Party

. ! ! ! ATENÇÃO ! ! !

. A guerra continua...

. Menezes quer Portugal Fas...

. Namoro impedido

. Exemplo a seguir dado pel...

. CDU quer extinguir Gaiurb

.arquivos

. Outubro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds